ESDEP - A Escola Superior da Defensoria Pública

Compartilhe:

Defensoria da Bahia abre seleção para 100 vagas de estágio de nível médio

| Por: Ailton Sena DRT 5417/BA

Imagem de Arquivo

As pessoas interessadas devem se inscrever entre 21 de outubro e 7 de novembro; as vagas são exclusivamente para Salvador.

A Escola Superior da Defensoria Pública da Bahia (Esdep) divulgou, nesta quarta-feira, 20, edital de seleção para preenchimento de 100 vagas de estágio de nível médio e formação de cadastro reserva. Para se inscrever, é preciso preencher o formulário disponível aqui, no período de 21 de outubro a 7 de novembro. A taxa de inscrição é de R$ 10,00. Os/as candidatos/as convocados/as receberão bolsa auxílio de R$450,00 e auxílio transporte.

Segundo o defensor público geral, Rafson Ximenes, a atuação dos estagiários é imprescindível para os serviços prestados pela instituição. “A Defensoria está, cada vez mais, dedicada ao atendimento à população e, para isso, nós precisamos ter todos os setores se desenvolvendo. Precisamos de mais defensores/as, mais servidores/as e também do apoio imprescindível dos/as estagiários/as. Essa é uma oportunidade de aprender, se preparar e contribuir para o atendimento das pessoas que mais necessitam”, destacou.

O também defensor público e diretor da Esdep, Clériston Macedo, acrescenta que o estágio na Defensoria contribui para a formação dos estudantes não somente como profissionais, mas também como cidadãos. “Através da Esdep, oferecemos aos estagiários/as uma formação continuada com temas que fazem parte do dia a dia da Instituição e que, muitas vezes, eles não teriam acesso no curso regular que estão frequentando. Acontece uma troca importante entre a Defensoria e esses cidadãos/ãs que vão para o mercado de trabalho mais qualificados depois de ter passado por nossa instituição”, ressaltou.

Executado pela Fundação de Apoio à Educação e Desenvolvimento Tecnológico sob supervisão da Esdep, o edital de seleção oferece vagas para estudantes de ensino médio regular e médio técnico em Administração, Contabilidade, Informática e Logística. Para se candidatar, é preciso ter idade igual ou superior a 16 anos e estar cursando, no mínimo, o primeiro ano. Em conformidade com as políticas afirmativas e de inclusão da Defensoria Pública, a seleção garante reserva de vagas para pessoas autodeclaradas negras (30%), com deficiência (5%) e indígenas (2%).

Os/as candidatos/as serão selecionados através de uma prova escrita de múltipla escolha com conteúdos de Língua Portuguesa, Matemática/Raciocínio Lógico e Conhecimentos Gerais que será aplicada no dia 05 de dezembro, exclusivamente em Salvador. O exame de seleção terá validade de um ano, com possibilidade de prorrogação por uma vez, por igual período.