ESDEP - A Escola Superior da Defensoria Pública

Compartilhe:

Defensoria promove discussão sobre democracia e desinformação em ano eleitoral

| Por: Laisa Gama com supervisão de Arthur Naurí

Eleições, fake news e democracia. Esses foram os temas centrais da palestra promovida pela Escola Superior da Defensoria Pública (Esdep) nesta segunda-feira, 18. O evento teve como facilitador o analista judiciário do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) e doutor em ciências sociais, Jaime Barreiro Neto.

O evento foi transmitido online e trouxe discussões sobre combate à desinformação, ações afirmativas nas eleições de 2022, a importância da democracia e também o papel da defensoria na garantia dos direitos humanos.

De acordo com Jaime Neto, uma das questões fundamentais a ser levada em foco é o direito ao voto, visto que segundo o analista é uma ferramenta fundamental para que a democracia evolua. “O voto é o instrumento mais eficaz de demonstração democrática. Diante da urna todos são iguais”, comentou. Apesar das problemáticas desse regime democrático, segundo ele, ainda é o que garante com maior precisão e segurança a liberdade, a autonomia, mesmo que não seja para todos.

O abuso de poder também foi comentado por Jaime e sua relação com informações falsas que são propagadas nesse período eleitoral. “Essa é uma das questões mais importantes do direito político. As fake news não configuram somente como propaganda irregular, sujeita a multa, mas se configura também como abuso de poder nos meios de comunicação”, afirmou o analista.

Para o diretor da Esdep, Clériston Macedo, é necessário promover essa discussão com a sociedade. “É importante que a gente se capacite sobre esses temas que fazem parte do nosso dia a dia. Que nos instruamos e atuemos como agentes modificadores ”, destacou o diretor sobre as questões relacionadas à democracia e ações afirmativas, dentre outras questões que foram debatidas no curso.