ESDEP - A Escola Superior da Defensoria Pública

Compartilhe:

Defensoria divulga resultado final de seleção e convoca estagiários(as) de Direito

|

Os primeiros convocados as vagas de estágio de Direito na Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE/BA) foram divulgados nesta terça-feira, 12,  no Diário Oficial Eletrônico da DPE/BA. A homologação do resultado final da seleção pública foi publicada no Diário Oficial Eletrônico de sábado, 09 abril. A relação completa de classificados(as) e aprovados(as) pode ser conferida na íntegra no site da Fundação CEFETBAHIA.

Ao todo, dos(as) 362 candidatos(as) entre aprovados(as) – que ocuparão vagas iniciais de estágio disponíveis na instituição – e classificados(as), que constituem o cadastro reserva, foram nomeados 60 candidatos(as), número maior do que previsto inicialmente. Os novos estagiários(as) ocuparão vagas na capital e no interior aproximando a instituição do campo acadêmico na Bahia. De forma inédita, a seleção também aprovou um candidato que se auto declarou negro para atuação no interior [Ilhéus].

“Comemoramos com muita alegria o resultado positivo deste processo seletivo. Vamos convocar estagiários além do que tínhamos previsto incialmente – serão 60 estagiários”, comemorou o diretor da Esdep Clériston Macedo, que também avaliou o transcorrer da seleção de forma tranquila em todas as fases.

Os convocados na seleção deverão apresentar a documentação solicitada em até 15 dias. Após o prazo, os novos estagiários serão recepcionados pela Escola Superior da Defensoria para formação, que ocorrerá de forma presencial na capital e online para os aprovados no interior. A capacitação está prevista para iniciar no dia 2 de maio.

Seleção

Aproximadamente mil estudantes de Direito baianos participaram em março da seleção pública de estágio da Defensoria Pública do Estado da Bahia. As provas aconteceram na capital Salvador e em outras 14 cidades do interior do estado: Feira de Santana, Camaçari, Porto Seguro, Ilhéus, Irecê, Itabuna, Vitória da Conquista, Santo Antônio de Jesus, Juazeiro, Jequié, Barreiras, Paulo Afonso, Teixeira de Freitas e Alagoinhas.

O diretor da Esdep, Clériston Cavalcante de Macedo, pontuou que a procura dos estudantes por esta vivência é fruto do próprio trabalho que a instituição vem desenvolvendo. “A DPE/BA não oferece só um estágio de direito, mas também uma experiência de conviver com a realidade das pessoas vulneráveis, o que é importante também para a formação de cidadãos e cidadãs”. Também há quem, a partir do certame, passe a entender melhor a Defensoria.

Em entrevista a Defensoria no dia de aplicação da prova, 27 de março, o coordenador-geral do concurso Maurício Mascarenhas, da Fundação Cefet Bahia – explicou que a aplicação foi igual em todos os municípios. “A seleção para estagiário da Defensoria é bem peculiar, primeiro porque dá oportunidade a todos os estudantes de Direito de estagiar em uma instituição que tem notório reconhecimento. Nesta edição especificamente aplicamos em 14 municípios simultaneamente. São quase mil candidatos e a mesma estrutura que montamos em Salvador, montamos no interior, para atender aos candidatos”, explica.